17 Apr 2008

QUEM ME RECEBE, RECEBE AQUELE QUE ME ENVIOU Jo 13,16-20

Depois que Jesus lavou os pés aos seus discípulos, Ele sentou-se e começou a ensinar e explicar o sentido do que acabava de fazer. Revela-lhes os grandes no Reino que está para ser inaugurado através da sua Paixão Morte e Ressurreição.

No reino que virá depois do sofrimento e morte têm lugar todos os que se colocam numa atitude de humildade, simplicidade e serviço. Portanto, só se sentarão à mesa do banquete celestial os que embora não sendo escravos prostrados se fazem servos uns dos outros.

Deixando um exemplo do verdadeiro discípulo seu Ele lavou os pés dos Apóstolos e serviu-lhes o Pão enquanto eles sentados como senhores comiam e bebiam.

Neste gesto de Jesus  deixa o verdadeiro triunfo da Glória do Céu. O anseio do discípulo deverá ser o serviço e não a glória. Esta virá. Mais será como que conseqüência da Cruz. É necessário que sigamos as pegadas do Mestre servidor.  

Sigamo-lhe os passos para que sejamos merecedores da bem-aventurança reservada para todos os que recebem aquele que enviou Jesus ao mundo. Em tudo servindo para a manifestação da glória de Deus, sejamos seus missionários neste mundo muitas vezes resiste à mensagem do Pai na pessoa do Filho. Esquecendo que quem recebê-lo é receber o próprio Pai. Visto que Ele e o Pai são um!

Dezembro

25%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.