25 fev 2014

Quando servimos ao próximo garantimos nosso lugar no coração de Deus

Seja o primeiro a estar disponível, a doar-se pelos outros, a ajudar a quem precisa. Seja o primeiro a estender as mãos aos necessitados!

”Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse: ‘Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos!”’ (Mc 9,35).

 

Amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo, os apóstolos do Senhor discutiam, pelo caminho, quem era o maior, quem era o mais importante, quem era o mais querido, quem era o insubstituível, quem ocupava o primeiro lugar no coração de Jesus. Em uma casa, em uma família, os filhos também disputam quem é o filho mais querido, o filho mais amado. Da mesma forma, na Igreja, os líderes discutem quem é o mais importante, quem pode mais, e assim por diante.

A sociedade é baseada na competição; não aquela que trata de uma competição dentro do coração da pessoa, não uma competição que a leve a ser melhor do que ela mesma, a simplesmente dar o melhor de si; mas uma competição que a faça se comparar com o outro e querer ser mais do que ele.

Há, dentro de nós, uma carência e uma ganância afetiva que nos levam sempre a querermos ser melhores, maiores e mais reconhecidos do que os outros. Há em nós a necessidade de sermos aplaudidos, louvados e exaltados. Temos a necessidade de ser melhores do que os outros.

É isso que os discípulos de Jesus – aqueles que O ouviram pregar e que viram as obras maravilhosas que Ele fazia por onde andava – estavam discutindo quem entre eles era o maior. O Senhor percebeu a discussão e viu que esse sentimento crescia no coração dos Seus seguidores, chamou os doze, sentou-se e começou a refletir e, em uma frase, resumiu o sentido do discipulado: ”Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos, seja aquele que serve a todos” (Mc 9,35).

Você pode querer ser o primeiro, mas não queira, meu irmão, a ser o primeiro a ser seguido, honrado, glorificado e exaltado. Seja o primeiro a querer sofrer, a querer ter mais paciência, a querer se doar mais pelos outros, a não querer reconhecimento. Seja o primeiro, sim, a estar disponível, a doar-se pelos outros, a ajudar a quem precisa e a estender sua mão ao necessitado! Seja o primeiro, assim como a criança o é, na pureza, na santidade e na disponibilidade. Estes são os primeiros amados por Deus. Não queira ser o primeiro por reconhecimento, por vanglória e por títulos. A escala de valores, no Reino de Deus, leva todos aqueles que querem ocupar os primeiros lugares a serem servos uns dos outros.

Deus tem um lugar que pertence somente a mim e a você no coração d’Ele, e este lugar ninguém o rouba de nós, no entanto, nós podemos perdê-lo por não cuidarmos dele. Não existe melhor maneira de cuidar do nosso lugar, no coração de Deus, do que nos colocarmos a serviço d’Ele, servindo ao próximo, servindo uns aos outros e lavando os pés dos nossos irmãos!

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários