29 Dec 2017

Precisamos encher o nosso coração de fé e esperança

Um homem de fé é um homem de esperança; é aquele que espera em Deus e coloca n’Ele a sua total confiança

Agora, Senhor, conforme a Tua promessa, podes deixar Teu servo partir em paz; porque meus olhos viram a Tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do Teu povo Israel” (Lucas 2, 29-31).

Hoje, estamos no templo junto com o velho, o ancião Simeão. Ele está ali para contemplar a glória de Deus. Simeão é para nós o homem da fé e da esperança. O que é um homem de fé? É aquele que tem total confiança em Deus, ele só confia em Deus, só põe n’Ele a sua razão de viver. Ele não desanima, não se deixa levar pelo desalento ou pelas dificuldades, ele não para diante dos atropelos da vida.

Um homem de fé, tem em Deus o seu olhar, a direção da sua vida, o seu apoio e sustento. Um homem de fé é um homem de esperança, é um homem que espera em Deus e coloca n’Ele a sua total confiança.

Quando celebramos o Natal, nos voltamos para as crianças, mas, hoje eu quero contemplar os idosos, porque aqui na leitura estamos falando do idoso Simeão. Ele passou a vida inteira dedicada a Deus, confiando e esperando n’Ele e, agora que está em sua idade mais avançada, é em Deus que ele coloca toda a esperança do seu coração.

Se nós precisamos levar alguma coisa para os nossos idosos, acima de tudo, levemos a fé e a esperança; isso é encher esses corações, nessa etapa da vida, a qual, vivem da presença e da confiança de Deus. Fazendo de Deus o apoio e o sustentáculo de suas vidas.

Nossos idosos não podem viver desanimados, temerosos por causa das enfermidades ou da proximidade da “irmã morte”. Não tem morte para quem está em Deus, o que se aproxima é o nosso encontro com Ele. Por isso, quando o idoso Simeão pega nos braços de Jesus, ele mesmo diz: “Agora sim o vosso servo pode partir em paz, porque meus olhos contemplaram”.

Aquilo que ele contemplou na vida, agora contempla por toda a eternidade. Precisamos encher os nossos olhos, os olhos dos nossos idosos dessa certeza. O Jesus que contemplamos agora entre nós é o mesmo que contemplaremos na eternidade.

Todos temos o direito de sermos idosos cheios de fé, de esperança, de motivação, de amor a vida. Sem temer a morte ou as dificuldades próprias dessa idade, porque nós temos uma certeza: Jesus é a nossa luz, o nosso ânimo, a nossa razão de viver desde criança até a idade mais avançada da vida.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.