18 Jan 2019

Precisamos caminhar em direção à Palavra de Deus que nos liberta

Libertemo-nos de todas as paralisias para que a Palavra de Deus nos deixe de pé

“Trouxeram-lhe, então, um paralítico, carregado por quatro homens. Mas não conseguindo chegar até Jesus, por causa da multidão, abriram então o teto, bem em cima do lugar onde Ele se encontrava” (Marcos 2, 3-4).

A primeira coisa que nós queremos contemplar é a ação de Jesus. Porque as pessoas se reuniam para ouvir a Jesus, para ouvir a proclamação da Palavra de Deus, pois era o que Jesus fazia: anunciava a Palavra de Deus.

E quando a Palavra de Deus é anunciada, o reino d’ Ele acontece, pois, os corações são libertos e as almas são redimidas. A ação de Deus atualiza a presença d’Ele no meio de nós, porque o Reino de Deus acontece pela proclamação da Palavra. E Jesus fazia justamente isto: proclamava a Palavra de Deus.

Aquele paralítico não tinha condição de ouvir a Palavra. Por que? Porque ele estava realmente paralisado, e a paralisia o prendia, ele não conseguia chegar até Jesus para ouvi-Lo. Mas ele queria O ouvir, porém, tinha os limites físicos. E, além da dificuldade, da impossibilidade de andar para chegar onde Jesus estava, também havia uma enorme multidão que o impedia, era uma verdadeira parede. E, muitas vezes, aquela multidão não se abria para que outros mais necessitados pudessem chegar até Jesus.

No entanto, mãos abençoadas são providência para que a Palavra de Deus chegasse naquele homem. E o que fazem? Levam a sua maca por cima do telhado. E aqui está a sabedoria, a busca dos meios necessários para se chegar até a graça Deus. Se não podemos chegar a Deus “por baixo”, podemos chegar “por cima”; se não podemos por cima, tentemos “dos lados”, mas precisamos chegar até Deus; e fazer com que a Palavra d’Ele, a Sua graça nos encontre.

Desculpa, mas não podemos ficar paralisados nas nossas dificuldades! Porque Jesus enfrentou todas as barreiras para chegar até nós, e Ele está no meio de nós. Não posso permitir que a minha vida fique paralisada. “Ah, mas eu tenho muitos problemas, muitas dificuldades, muita coisa para fazer”, desse modo, as barreiras crescem.

Se as barreiras para aquele paralítico era a sua condição física e aquela multidão, hoje, as nossas barreiras são outras: nossos problemas, nossas ocupações e múltiplas tarefas; nossos medos, temores, receios e, muitas vezes, nossa falta de iniciativa.

Vamos por cima do telhado, vamos por baixo e, se não dermos conta, peçamos ajuda. Que alguém nos carregue, nos leve, mas precisamos tomar  a iniciativa para chegar até Jesus e para que a Sua Palavra chegue até nós. Senão, ficaremos prostrados; seremos tomados por uma onda de desânimo, de tristeza, de abatimento que há no mundo em que vivemos. A Palavra de Deus nos liberta. Se palavra d’Ele ainda não chegou, preciso me acorrer e correr atrás dela, onde quer que ela se encontre.

Libertemo-nos de todas as paralisias para que a Palavra de Deus nos deixe de pé.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.