23 Sep 2018

Para Deus ninguém é insignificante ou sem importância

Precisamos acolher todas as pessoas, porque para Deus ninguém é insignificante ou sem importância

Eles, porém, ficaram calados, pois pelo caminho tinham discutido quem era o maior” (Marcos 9,34).

A pergunta vem do coração de Jesus, e Ele se dirige a Seus discípulos e pergunta a eles: “O que discutem pelo caminho?”. Aquilo que nós conversamos é aquilo com o que nos preocupamos. Colocamos sempre as nossas preocupações, as nossas inquietações ou imposições nas nossas discussões e nas nossas conversas.

Não é a toa que, muitas vezes, gastamos nossas energias para discutir assuntos e situações com as pessoas. Não há problema em discutir e conversar, o problema das conversas é quando elas querem impor uma maioridade. E “maioridade” quer dizer sermos os maiores, os certos, termos uma ideia única que deve prevalecer sobre as demais. Isso é falta de humildade. E quando não somos humildes, não sabemos acolher o que vem do outro, só as nossas ideias são certas, o que pensamos está correto, o que vale é o que falamos, não sabemos ouvir o outro.

Na época de Jesus, a criança não era ouvida, não tinha voz nem vez, o que uma criança falava e nada eram a mesma coisa. Jesus vem, pega uma criança, a coloca no meio e diz que o Reino dos Céus é de quem se parece com ela. Não é porque as crianças são pequenas no tamanho, mas porque elas são pequenas na pureza e na insignificância.

Deus é aquele que dá importância ao insignificante e ao sem importância. Não podemos querer ser os donos da razão, saber mais, poder mais, estar sempre à frente dos outros; precisamos, em primeiro lugar, saber ouvir.

A grande sabedoria da vida consiste em saber escutar o outro, não necessariamente concordar com ele, mas um grande gesto de amor é saber ouvir o que o coração do outro tem a dizer. Podemos dispor o que achamos, pensamos e sentimos, mas jamais impor o que queremos como se fosse a única certeza da vida.

Os cristãos precisam saber, cada vez mais, acolher, em nome de Jesus, as crianças; mas precisam acolher as outras pessoas também, porque elas podem parecer insignificantes, entretanto, para Deus ninguém é insignificante ou sem importância.

Jesus é aquele que faz o sem importância nenhuma tornar-se a causa mais importante; é aquele que faz com que causas que achamos as mais importantes do mundo tornem-se sem nenhuma importância.

Queremos dar ouvidos à Palavra de Deus para ressignificar a nossa vida a partir da minoridade, da humildade e não do sentimento de grandeza e superioridade de nos sentirmos melhores e mais importantes que o próximo.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.