31 Aug 2018

O vigilante é prudente em suas escolhas

Ser vigilante é saber ser previdente, prudente, é cuidar e não se deixar levar pelos excessos

As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas” (Mateus 25,3-4).

A parábola maravilhosa das moças previdentes e imprevidentes mostra-nos como nos comportamos nesta vida. Previdente é aquele que é prudente, é aquele que se previne, que se cuida e está preparado para as circunstâncias imprevistas da vida.

No mundo em que vivemos, onde a cultura do improviso cresce cada vez mais e toma conta da sociedade, onde estamos aprendendo a improvisar tudo e não nos leva a organizar nada, leva-nos a estar despreparados para viver, relacionar-nos e cuidarmos das coisas. Se isso nos remete a situação final, ao juízo final, ao nosso encontro final com Deus, esse encontro final nos traz de volta para as circunstâncias próprias da vida. Todos nós precisamos ser prudentes e prevenidos para as circunstâncias adversas da vida.

Quem está trabalhando tem que estar preparado, muitas vezes, para ficar desempregado; quem tem dinheiro hoje, tem de estar preparado para não ter dinheiro; quem está bem de saúde, hoje, tem de estar bem preparado para a situação de ficar doente. Preparar e cuidar é diferente de ter medo, de ter aqueles excessos de preocupações, aliás, ‘cuidado’ não é sinônimo de preocupação, cuidado é aquele que se cuida antecipadamente para não precisar se preocupar tardiamente com as situações que não cuidamos de forma antecipada.

Precisamos vencer essa cultura do improviso, de lidar com as coisas só quando elas estão alarmantes e assim por diante. Não precisamos ficar diabéticos para entender que o excesso de açúcar ou de outros elementos fazem mal para a nossa saúde. Precisamos nos prevenir, não podemos esperar que chegue numa circunstância grave para pararmos de fumar.

Precisamos sair dessa cultura de que só nos alertamos com as coisas quando chegamos no vermelho. O importante é que enquanto o sinal estiver verde, preparemo-nos, porque ele pode ficar amarelo, e o vermelho não nos surpreenda. Por isso, ser vigilante é saber ser previdente, prudente, é cuidar e não se deixar levar pelos excessos.

Quem muito tem hoje, amanhã pode ter muito pouco, mas se o pouco que temos hoje soubermos cuidar de forma prudente, determinante, previdente, sempre teremos cuidado para cada circunstância da vida.

Não vivamos preocupados com o amanhã, mas nos cuidemos, hoje, para amanhã também sabermos cuidar de nós. Essa é a espiritualidade do cuidado, porque Deus quer que nos cuidemos a cada dia.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.