27 Jul 2010

O Senhor está voltando!

No Evangelho de hoje, percebemos Jesus em casa – com certeza esta casa era a casa de Pedro (segunda casa de Jesus), que fica em Cafarnaum, na região da Galiléia. O Senhor encontra-se em casa e com Ele – como não poderia ser diferente – encontram-se os Seus discípulos.

Reunidos com o Mestre, em casa, na intimidade – aliás, só levamos para dentro da nossa casa aqueles que são íntimos nossos – os discípulos pedem explicação acerca da parábola do joio. Ele querem entendê-la melhor, pois o Senhor fala de forma diferente através desta parábola. Jesus explica a eles: “Aquele que semeia boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao maligno. O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifadores são os anjos. Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: o Filho do Homem enviará os Seus anjos e eles retirarão do Seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; e depois os lançarão na fornalha de fogo.

Mas vamos, a partir da Palavra, nos ater ao centro deste Evangelho no dia de hoje: a colheita é o fim dos tempos. Nós nos encontramos muito tranquilos, muito sossegados, como se uma promessa não existisse vinda de Nosso Senhor. Que promessa? “Ficai atentos, pois o Filho do Homem virá como um ladrão, pois não sabeis o dia e nem a hora”. Esta é a promessa: o Senhor voltará! Sim, estamos no fim dos tempos. O duro é que há muitos “católicos” – não católicos – que não acreditam nessa promessa; pois se acreditássemos estaríamos dando uma resposta e um testemunho diferente no que diz respeito à preparação da segunda vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Existem três sinais claríssimos – veja no seu Catecismo (Catecismo da Igreja Católica) – que antecederão, diretamente, a segunda vinda do Senhor:

1º Conversão em massa dos judeus: Hoje, em todo o mundo, existem mais de 3 mil judeus convertidos e este número está crescendo enormemente em todo o mundo; esta conversão está se proliferando cada vez mais; é impressionante este crescimento. Mas no que consiste esta conversão dos judeus? Consiste no fato de que estes judeus convertidos fazem parte de uma nova denominação dentro do povo judeu, ou seja, são os judeus messiânicos. Os judeus messiânicos são aqueles que acreditam que o Messias já veio, ou seja, acreditam na messianidade de Jesus Cristo. Para dizer que estes [judeus messiânicos] têm Jesus Cristo como o Messias, enviado por Deus.

2º Apostasia: A apostasia nada mais é que a negação da fé. Encontramo-nos num mundo e numa sociedade – principalmente a Europa está se tornado – totalmente secularizados. A secularização é esta realidade que se fecha totalmente ao transcendente, ao divino, ao sobrenatural, fechando-se numa imanência profunda, ou seja, o que existe, o que vale, é aquilo que o homem pode alcançar com a mente e os sentidos. Não há uma lei divina, por isso não há uma lei humana e, consequentemente, tudo aquilo que é negativo, como por exemplo: “casamento” homossexual, aborto, divórcio, adoção de criança por duas pessoas do mesmo sexo vivendo amigadas e tantas outras coisas vão sendo aceitas como algo positivo, normal, relativo… Fechamento total à Verdade!

3º A grande tribulação/perseguição: No início do Cristianismo, muitos cristãos foram perseguidos e mortos por causa da verdade, por causa do Cristianismo, por causa de Jesus Cristo; o que ocorrera era uma perseguição em massa dos seguidores de Jesus; perseguição declarada. Hoje, como sempre, não cessaram estas perseguições contra os cristãos; porém, desde muito cedo, nunca mais houve uma perseguição declarada contra a Igreja. Antes da segunda vinda do Senhor, passaremos por esta grande tribulação, na qual a perseguição será declarada, ou seja, quem for cristão e não negar a fé será morto.

Conversão em massa dos judeus já está acontecendo; a apostasia está mais forte e cada fez maior como nunca; só está faltando a “declaração de perseguição aos cristãos”, que não demorará muito tempo. Para dizer e perguntar: como nos encontramos, em termos de preparação, para este tempo que está próximo? Quem não se decidir por Deus – agora! – não resistirá à grande perseguição. Prestemos muito atenção e vamos trabalhar para a segunda vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. O Senhor virá, Ele não tardará!

Padre Pacheco

Comunidade Canção Nova

Comentários

Novembro

37%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários