10 nov 2013

O que vai acontecer com a minha vida depois da morte?

A Palavra de Deus nos leva a refletir sobre o sentido da nossa vida futura. O que vai acontecer com a minha vida depois da morte?

“Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos, pois todos vivem para Ele” (Lc 20,38).

Neste domingo, quando celebramos o 32º Domingo do Tempo Comum, a Palavra de Deus nos leva a refletir sobre o sentido da nossa vida futura, a qual está e estará para sempre nas mãos d’Ele. É muito comum as pessoas se perguntarem: “O que vai acontecer com a minha vida depois da morte?”.

É obvio que depois da morte haverá o julgamento. Se formos dignos, pela vida que levamos aqui na Terra, participaremos da vida futura. Mas algumas coisas são importantes de saber para que não criemos fantasias a respeito da vida que nos espera junto de Deus no Céu.

Aqueles que forem dignos de participar desta vida não irão se casar e não se darão em casamento. A realidade do casamento, do enamoramento, da ligação do homem com a mulher é para esta vida, é para satisfazer as carências de amor, de afeto que temos nesta Terra. Depois, não teremos mais necessidade de procriação, de gerar mais filhos. Aqui o fazemos para povoar a Terra conforme o plano original de Deus. Viveremos no Céu para sempre na presença do Senhor. Lá não mais nos multiplicaremos, porque seremos uma multidão que, para sempre, subsistirá diante da presença do Senhor.

Aqueles que participarem da vida futura serão como anjos de Deus. Uma vez nessa condição, não poderemos mais morrer. Nós teremos a vida eterna e plena em nós. A nossa primeira condição será a espiritual, pois a nossa vida material, carnal, passará e será substituída pela vida no Espírito. Assim como Deus é puro Espírito, assim como os anjos de Deus são seres espirituais, nós também o seremos.

É por isso que a Palavra nos convida a refletir sobre essa questão: prepararmo-nos para a vida plena que Deus nos dará, a qual fará de nós semelhantes aos anjos. É por isso que, enquanto caminharmos na Terra não poderemos levar uma vida somente no sentido material. Não podemos nos esquecer de que fomos feitos para a eternidade, e quanto mais alimentarmos o nosso espírito, quanto mais buscarmos as coisas do Alto, mais plenificados ficaremos do amor de Deus e começaremos a sentir o Céu presente no meio de nós.

Deus abençoe você!

Comentários