23 jul 2013

O que torna você importante é fazer a vontade do Pai

O nosso elo de união com Jesus está em sermos submissos à Sua vontade.

E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe’” (Mt 12,49-50).

Que maravilha! Muitos de nós consideram ou conhecem o laço de parentesco das pessoas que são consanguíneos a nós: quem é nosso pai, nosso irmão, nossa irmã, quem é da nossa família. Mas Jesus hoje apresenta para nós uma riqueza maravilhosa; existe um laço muito mais profundo do que o laço de sangue.

Esse laço se chama o Reino de Deus, aqueles que foram conquistados pelo Pai do Céu e se tornam discípulos e seguidores de Nosso Senhor Jesus Cristo.

O mais importante não é você ser parente do padre, do Papa, de Jesus ou seja de quem for; o que torna você importante, próximo de Jesus, é fazer a vontade do Pai. O nosso elo com Ele está em sermos submissos à Sua vontade.

Fazer a vontade do Pai não é algo simples. Primeiro, eu preciso ter decisão. Eu não posso me conformar em dizer: “Eu sou católico, vou à Igreja, rezo o Terço e leio a Bíblia”. Isto é uma coisa importante e necessária. Mas o mais importante é colocarmos em prática aquilo que lemos, meditamos e escutamos.

Hoje, de repente, dentro de você, tem coisas que não são de acordo com a vontade do Pai. Tem decisões que você está tomando, tem coisas que você está fazendo, a sua situação de vida… Quando você olhar para sua vida do jeito que ela está, pergunte a si mesmo: “Eu estou vivendo de acordo com a vontade de Deus? Essa é a vontade d’Ele para mim?”

Não confunda a vontade do Senhor com a situação de sermos “bonecos” nas mãos de Deus. A vontade d’Ele é que nós sejamos santos, sejamos justos, corretos e coloquemos em prática a Sua Palavra. A Palavra de Deus nos liberta, cura e transforma. Ela dá sentido, dá justiça às nossas relações uns com os outros.

Eu e você somos, hoje, convidados a sermos irmãos de Jesus. E para sermos parentes do Senhor, não precisamos ter o mesmo Sangue d’Ele não! O que nós precisamos é colocar em prática a vontade do Pai.

Que Deus abençoe você!

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia

Comentários