17 Aug 2019

O mundo escraviza a nossa família

Contudo, se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei hoje a quem quereis servir: se aos deuses a quem vossos pais serviram na Mesopotâmia, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Quanto a mim e à minha família, nós serviremos ao Senhor” (Js 24,15).

A resposta que Josué está dando aos seus irmãos judeus e israelitas é, na verdade, a escolha que ele fez. Ele e a família dele escolheram servir ao Senhor. O povo estava perdido e dividido, o povo que Deus conduziu se viu diante de outras realidades, diante de outros deuses e encantos que aquela terra proporcionou, e o povo começou a se dispersar.

Josué convocou essa assembleia, ele não impôs nada a ninguém, mas apresentou as suas condições. O que não dá é para servir a Deus e aos deuses deste mundo. Por isso, é preciso que você faça uma escolha, que a sua família faça uma escolha.

Veja: a nossa casa, a nossa família se encontra muito dividida. A nossa família se encontra muito arrasada. Isso não quer dizer que a nossa família abandonou o Senhor, mas ela quer servir a este mundo, adorar aos deuses deste mundo. A nossa família se encanta demais com o mundo presente e quer servir a Deus quando pode e quando dá, mas deixando se encantar pelo mundo.

É preciso decidir, fazer escolhas, é preciso que pai e mãe tenham firmeza sobre quem, de fato, a sua casa e a sua família querem e desejam servir. Não nos deixemos escravizar, porque toda as vezes que servimos, viramos servos deste mundo, deixamo-nos escravizar por ele e deixamos de servir ao Senhor.

A nossa família se encanta demais com o mundo presente e quer servir a Deus quando pode e quando dá

Vivemos uma época de evoluções tecnológicas e científicas tão importantes para o progresso da ciência e da humanidade, mas, ao mesmo tempo, vivemos uma escravidão desse mercado, vivemos a escravidão do mundo digital; e as nossas famílias, muitas vezes, estão se dissolvendo, porque não têm tempo de se encontrar, de se ver e de servir ao Senhor.

Muitas famílias nem conseguem mais rezar, porque o celular não deixa, o telefone não deixa, a televisão não deixa. Os computadores e todas as atrações digitais não permitem nem que as crianças estejam no nosso colo. As crianças preferem estar diante de uma máquina do que ficar no colo do pai, e o pai acha bom e até coloca isso como distração.

Não é para jogar nada disso fora, é apenas para colocar ordem na casa e na família. Essas coisas são para nos servir e não para nos escravizar. Precisamos servir ao Senhor com aquilo que temos, e não virarmos servos, escravos, dominados por essas coisas todas.

Não percamos nossa família, não percamos nossa casa diante da atração que o mundo moderno exerce sobre nós. É preciso que os pais assumam, com clareza, com o coração e definição: “Quanto a mim, eu e a minha família serviremos ao Senhor”. E você? A sua família a quem servirá?

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.