22 out 2015

O fogo do coração de Jesus queima tudo que nos divide

Não precisamos ficar uns contra os outros, mas, precisamos ser contra e queimar no fogo do coração de Jesus tudo aquilo que nos divide, nos separa e que não traz vida nova às relações humanas

“Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso!” (Lucas 12, 49)

Jesus Cristo veio entre nós para trazer o fogo do Céu. E o fogo pode parecer, num primeiro momento, uma figura alegórica ou apenas um sentido figurado. Mas, na verdade, a Palavra de Deus vem para incendiar a face da terra, vem para incendiar os nossos corações; ela traz o fogo de Deus para o meio de nós.

E para que serve o fogo? Para queimar, esquentar, acender a chama. Então, o fogo de Deus, em primeiro lugar, é a graça divina que queima e aniquila os nossos pecados; aniquila dentro de nós os desejos mais tenebrosos, as tendências que temos, tantas vezes, para o mal, para aquilo que é desagradável para a nossa convivência humana, fraterna, justa e digna. É por isso, que Jesus desejava muito que este fogo estivesse aceso, estivesse ardendo e queimando por toda a face da terra.

Ao mesmo tempo em que o fogo queima e aniquila o mal, mantém acesa a chama da fé, da esperança, da confiança. Como precisamos deixar que a graça de Deus esteja acesa em nós!

O fogo que vem do coração de Jesus também traz divisão. Podem questionar: ‘Mas, Jesus não veio para trazer a união?’. A união deve acontecer em todas as esferas da sociedade e da humanidade, mas não podemos, de forma nenhuma, admitir que o mal se una com o bem, que o pecado se una com a graça.

Nós temos que unir o coração dos homens, temos que nos unir para praticar o bem, temos que nos unir, apesar de nossas diferenças e tendências de opiniões, de conceitos, de formações. A nossa união deve ser em torno do bem e da verdade!

Desse modo, o fogo do Senhor é um fogo divisor, é um fogo que separa o bem do mal, a iniquidade da graça. E não convive ao mesmo lado a iniquidade e o bem. Por isso que, muitas vezes, o nosso coração se encontra dividido e a graça de Deus que é derramada em nós é para dividir, separar, tirar de nós aquilo que não constrói a unidade, a paz, o homem novo, a nova sociedade.

Nós não precisamos ficar uns contra os outros, mas precisamos ser contra e queimar no fogo do coração de Jesus tudo aquilo que nos divide, nos separa e que não traz vida nova às relações humanas.

Que o nosso desejo seja o mesmo do coração de Jesus: que o fogo do Seu Espírito, o fogo do coração de Jesus se alastre por toda a face da terra, aniquilando o mal e a iniquidade e mantendo sempre acesa a chama da fé, da esperança e da vida nova.

Deus abençoe você!

Comentários