11 Feb 2018

O amor de Jesus cura a doença e enfermidade

Jesus nos pede para amar e cuidar dos nossos 

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse: ‘Eu quero: fica curado!’. No mesmo instante a lepra desapareceu e ele ficou curado ” (Mc 1, 40-45).

Sabe, meus irmãos, nós não podemos olhar somente para a lepra como mais uma doença e enfermidade. A lepra que, hoje, conhecemos como hanseníase tem cura e tratamento, mas antigamente não. E, não era só a questão da erupção da pele da pessoa, porque aquela carne ficava fedorenta, apodrecia e ninguém chegava perto daquela pessoa pelo medo de ficar igual a ela, tinha também a questão do leproso ter que se afastar de todos. A primeira leitura de hoje prescreve justamente isso, alguém aparentando ter lepra era levado ao sacerdote e só depois que fosse purificado, poderia voltar para junto das pessoas, caso contrário, ele viveria marginalizado.

Toda doença ou enfermidade mal compreendida e mal cuidada, não era bem vista pelos outros e levava a pessoa a viver distante dos outros. Quando a AIDS chegou ao nosso meio, ninguém queria saber de olhar para uma pessoa que sofria desse mal. Quantas outras doenças ainda há no meio de nós, e as pessoas que as têm, são vistas com certo cuidado, não pode aproximar-se delas.

Na verdade, a lepra é o coração contaminado por qualquer espécie de preconceito, é aquele coração que não sabe enxergar os que sofrem. Seja qualquer doença ou enfermidade é preciso da presença amorosa de Deus. Quantos de nós precisam cuidar; ser presença; abraçar e dar o melhor de nós ao outro, por meio do amor que temos em nosso coração por aqueles que sofrem.

Jesus tem compaixão desse homem. Ele aproxima-se e diz: “Senhor se queres, o Senhor pode me curar. Primeiro, se queres, o Senhor pode me acolher”. Jesus disse: ‘Sim, eu quero! Quero te acolher, te amar, cuidar e quero que você fique curado’”.

Nós precisamos querer amar, cuidar, curar e ser presença de Deus em qualquer enfermidade que os nossos possam viver, sofrer ou passar.

O nosso coração não pode ser, de forma nenhuma, movido pelo preconceito, pela ignorância ou pela falta do amor verdadeiro. Quem é curado por Jesus, se enche da compaixão. E essa compaixão não é dó e nem pena, mas é amar, sofrer e estar junto. É dizer que “estou com você no que estiver vivendo”.

Que o nosso coração encha-se da compaixão de Deus, para cuidarmos das dores e das enfermidades daqueles que sofrem.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Ajude a Canção Nova!

Maio

58%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.