05 nov 2011

O amor aos pobres é bálsamo para a eternidade

Depois de ter contado a parábola do administrador desonesto, Jesus volta ao tema e nos aponta para a importância das escolhas de fundo, a fidelidade nas pequenas e grandes coisas. O que, na verdade, marca nosso itinerário para o céu é a vivência da pobreza e do desapego.

Sabendo que as riquezas humanas são ditas injustas – não porque más em si – mas porque desviam o homem da verdadeira riqueza. Aliás, costuma-se dizer que o poder corrompe.

Assim, a Palavra de Deus hoje quer que tenhamos ideias claras sobre o papel do dinheiro em nossa vida. O cristão sabe que o mundo, com todos os seus bens, pertence a Deus e que pessoas e Estados são simplesmente administradores. Tudo vem de Deus em função da comunhão humana. O nosso egoísmo é que faz desses bens motivos de exploração. Cada um de nós não pode, por si só, revolucionar um sistema econômico como o nosso, baseando-nos exclusivamente na competição.

O testemunho de um grupo de cristãos, mesmo reduzido, é um ponto luminoso. E vários pontos podem iluminar o mundo para que este veja as coisas diversamente. Também aqui o testemunho cristão é essencialmente comunitário. O cristão não quer ter mais do que o necessário para que os outros não fiquem sem o necessário.

A grande lição de Jesus hoje é a da fidelidade, do serviço e da prática do bem em favor dos pobres. Essa é a dignidade de quem abraça o Reino de Deus, pois são eles que nos receberão no Reino dos Céus. Por isso, toda a caridade praticada, principalmente aos pobres, por serem os menos favorecidos, é bálsamo para a eternidade.

Quero recordar a você que se somos fiéis no amor aos outros, seremos imediatamente alvos das palavras de Jesus: “Quem é fiel nas coisas pequenas também será nas grandes; e quem é desonesto nas coisas pequenas também será nas grandes. Pois, se vocês não forem honestos com as riquezas deste mundo, quem vai pôr vocês para tomar conta das riquezas verdadeiras? E, se não forem honestos com o que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?

Seja fiel e abrace o menos favorecido. E não se envergonhe pelo que “os de fora” possam dizer de você. O pobre é o seu passaporte para o céu. Saiba que Deus conhece o seu coração. A esperteza dos homens é nula aos olhos do Altíssimo.

Padre Bantu Mendonça


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

49%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários