12 Apr 2010

Nascidos de novo*

“Como o vento que sopra onde quer, assim é todo aquele que nasceu do Espírito” (cf. Jo 3, 8.9), diz Jesus a Nicodemos. Tão inútil e impossível é querer acorrentar o vento do Espírito, como querer conservar o vinho novo em odres velhos. Para o Espírito não há obstáculos, como vemos na primeira leitura de hoje, tirada do livros dos Atos.

Durante esta segunda semana da Páscoa, que hoje começa, e até o final do tempo pascal, continuaremos a ler os Atos dos Apóstolos, cujo autor é o mesmo do Evangelho de Lucas. No livro dos Atos temos, além da história da primeira expansão do Cristianismo, uma teologia da ação do Espírito e da Igreja missionária, que logo abriu o campo da sua missão não só aos judeus, mas também os pagãos.

Na primeira leitura de hoje vemos os apóstolos e a comunidade cristã reunidos em oração. O fato que a motivou a isso foi a perseguição desencadeada contra eles pelas autoridades judaicas, como explicam Pedro e João no seu regresso do sinédrio e da prisão. A jovem Igreja não pede ao Senhor para se ver livre da perseguição, pois sabe que esta continua o destino de Jesus, o Messias paciente, mas “valentia para anunciar a Palavra”. Ao terminar a oração, como prova de que Deus os ouvira, sucede um novo e segundo Pentecostes: “Tremeu o lugar onde estavam reunidos, e todos ficaram repletos do Espírito Santo e anunciavam com intrepidez a Palavra de Deus”.

Se estivermos atentos aos sinais da presença do Espírito poderemos ouvir a Sua voz. Ele nos guiará para onde Ele quiser, não para onde nós quisermos, graças à nova vida de Deus que se está gerando constantemente em nós. E o sinal de que nascemos do alto será vivermos e realizarmos com eficácia a Palavra e a mensagem de Jesus, como o fizeram os apóstolos.

Crer na Ressurreição de Cristo é descobrir o poder da vida sobre a morte; mais ainda, experimentá-lo pessoalmente até se entusiasmar com essa nova vida que nasce de Cristo ressuscitado. Porque com Ele o velho acabou; nasceu um mundo novo e uma humanidade nova.

Padre Pacheco

Comunidade Canção Nova

*Cf. B, CABALLERO. A Palavra de cada dia. p. 189-190. Paulus: 2000.

Dezembro

37%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.