17 fev 2015

Não se desespere aconteça o que acontecer!

Não se desespere aconteça o que acontecer!  Dentro de nós deve haver a convicção de que Deus cuida de nós.

“Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes” (Marcos 8, 15).

 

Os discípulos iam na barca com Jesus e quando esta já havia se afastado eles se recordaram de que havia apenas um pão para todos eles. Quando precisamos muito de algo e não nos prevenimos, o receio e as dúvidas vêm nos visitar e nossa fé, que parecia ser a maior do mundo, cede lugar ao temor e à raiva. Desse modo não conseguimos olhar o fato com a serenidade necessária para lidar com a situação nessa ocasião.

Existem muitas situações na vida em que o desespero bate à nossa porta e a aflição toma conta do nosso coração. Quando isso acontece cometemos um grade equívoco ao acreditarmos que seremos ouvidos por Deus pelo desespero da aflição. Pelo contrário, Nosso Senhor nos escuta e pode vir em auxílio ao nosso desespero se mantivermos nossa fé e nossa confiança n’Ele. Os discípulos começaram a pensar e a dizer entre si: “Não temos mais pão”, Jesus percebeu a aflição que tomava conta do coração deles porque o pão não era suficiente para todos.

Então Jesus fez memória aos fatos mais recentes, como ao milagre da primeira multiplicação dos pães, quando apenas cinco pães e dois peixes foram suficientes para alimentar todas aquelas cinco mil pessoas e ainda sobraram muitos cestos. A festa da multiplicação é grande e faz abundar os bens que nós temos.

Em outras palavras, é como se Jesus lhes perguntasse: “Será que até agora vocês não me compreenderam”? Por isso diz a eles: “Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes” (Marcos 8, 15)Duas situações de pessoas que se opuseram a Jesus, seja a do grupo dos fariseus, que vivia na desconfiança da pessoa de Jesus e queria colocar descrédito a tudo que Ele fazia, seja a de Herodes, que se opôs àquilo que Jesus veio trazer e vivia na hipocrisia.

Dentro de nós, que somos os discípulos do Senhor e andamos na “barca d’Ele para lá e para cá”, deve haver a convicção de que Deus cuida de nós. É Deus quem toma conta de cada um dos nossos se assim o permitimos. É Deus quem cuida de nós se o sentimento que fala em nossa alma e em nosso coração não for o do desespero e da aflição sem medida, mas o contrário disso, pois nós sabemos em quem depositamos a nossa esperança. Mesmo quando fraquejamos sabemos que é o Senhor quem vem em nosso socorro.

Não desanime, não permita que seu coração entre em desespero aconteça o que acontecer! Deus pode cuidar de nós desde que a desconfiança e  o desespero não conduzam nossos afetos e sentimentos. É preciso olhar para o Senhor a fim de fazer memória e relembrar tudo o que Ele já fez em nossa vida. Hoje é preciso confiar mais no Senhor do que ontem e amanhã confiar mais ainda n’Ele do que hoje.

Que cresça a nossa fé e que diminuam nossos medos, nossa desconfiança e nosso desespero! Maior é o amor de Deus por cada um de nós!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

53%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários