16 jun 2013

Não devemos desistir de ninguém

Muitas vezes, são os grandes pecadores que demonstram tamanho arrependimento. É por isso que nós não devemos desistir de ninguém, porque a graça de Deus vai alcançar até os pecadores mais distantes.

Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa-nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele; e também algumas mulheres que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios” (Lc 8,1-2).

O que nós estamos vivendo, hoje, é a ação misericordiosa de Jesus. Primeiro, quando Ele entra na casa de Simão, o fariseu, pois lá há uma mulher já conhecida como pecadora por ter ser sido uma adúltera ou qualquer outra coisa.

Essa mulher vem ao encontro do Senhor, e traz um frasco de alabastro com perfume e o joga aos pés do Mestre, ungindo-os; depois, enxuga-os com seus próprios cabelos. Naquele momento, o fariseu Simão, que havia convidado Jesus, questionou-o, pois sabia que tipo de mulher estava tocando os seus pés. É obvio que o Senhor sabia. Mas Simão, que havia convidado Jesus para estar em sua casa, nem a mão estendeu para receber o Mestre; no entanto, essa mulher, que era pecadora, deu o melhor de si, deu um perfume de alto valor para perfumar os pés do Mestre e, ao mesmo tempo, usou seus cabelos para enxugá-los.

Ali, está a dimensão de um amor profundo. Alguém que muito pecou, agora está demonstrando tamanho amor. É uma forma de demonstrar arrependimento pelas suas faltas, pela vida errada, porque, talvez, quem tenha cometido poucos pecados ou quem ache que não os cometeu, não dá demonstração sincera nenhuma de arrependimento, de contrição ou de amor ao Mestre.

Muitas vezes, são os grandes pecadores que demonstram tamanho arrependimento. É por isso que nós não devemos desistir de ninguém, porque a graça de Deus vai alcançar até os pecadores mais distantes.

Nós podemos ter a certeza de que o amor misericordioso de Jesus, no dia de hoje, pode atingir muitos corações, basta que eu e você acreditemos que essa palavra de Jesus, que cura, salva e transforma, chegue a muitos corações.

Não julguemos nem condenemos ninguém; pelo contrário, abramos o nosso coração para que dele jorre o amor misericordioso de Jesus, que cura, salva e liberta.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova

Comentários