20 fev 2017

Jesus vem em socorro da nossa falta de fé

Precisamos deixar que a fé conduza nossos passos

“Eu tenho fé, mas ajuda a minha falta de fé” (Mc 9,24)

É a súplica de um pai que precisa muito da cura do seu filho, que tem um espírito mudo, o qual o atormenta desde criança. Quanta coisa já aconteceu com esse menino por causa desse espírito que está agindo nele!

Os discípulos foram e não souberam lidar com essa situação, e isso causou um incômodo em Jesus, porque parece que eles não aprenderam nada. Quando demonstramos incredulidade, não sabendo usar a nossa fé ou não a usamos como graça maior que temos de Deus, estamos desperdiçando a ação d’Ele em nossa vida.

Esse pai vai pedir, por favor, que o Senhor tenha piedade e o ajude. Jesus diz: “Tudo é possível para quem tem fé”, e a resposta do pai é: “Senhor, eu tenho fé, mas me ajuda, porque minha fé é pouca, fraca, ainda não é suficiente”.

Que sinceridade desse pai! Ele crê em Jesus, sabe o que Ele pode, mas ainda não tem uma fé tamanha para alcançar a graça ou aquilo que ele está precisando em favor do seu filho. É isso que Deus está querendo nos dizer hoje.

A fé tudo pode, e precisamos viver dela, precisamos deixar que ela nos guie, conduza os nossos passos. Quando nos desesperamos diante de qualquer situação, é sinal de que a fé está em baixa, escondida ou foi jogada fora.

Por mais que seja calamitosa, por mais que seja difícil qualquer situação, não podemos deixar que o desespero tome conta do nosso coração nem comande nosso atos e atitudes. Precisamos deixar que a fé grite em nós.

Pode ser que a nossa fé esteja abalada, fraca, por isso não conseguimos nos expressar, mas podemos dizer como esse pai disse: “Senhor, ajude-me, socorre a minha falta de fé, minha fraqueza, a minha pouca fé. Eu creio, Senhor, e como eu preciso do teu socorro para a minha fé!”.

Jesus vem em socorro a nossa falta de fé, a nossa fraqueza, ele vem para alimentar nossa fé, para tirar todos os espíritos impuros que nos deixam mudos, que nos permitem falar demais, falar o que não deve ou o que não convém. Não podemos deixar reinar em nós os espíritos impuros, precisamos pela fé expulsar da nossa vida aquilo que não é do Senhor.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários