26 Apr 2019

Jesus se manifesta no cotidiano da nossa vida

Jesus se aproximou, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos” (João 21,13-14).

É uma alegria imensa para o nosso coração podermos, a cada dia da Oitava da Páscoa, testemunharmos a manifestação do Ressuscitado aos Seus discípulos. Assim como Jesus se manifestou aos Seus discípulos de outrora, Ele quer se manifestar também a nós. É preciso reconhecê-Lo nos sinais da Sua presença no meio de nós. O Ressuscitado se manifesta no cotidiano da vida, nas situações ordinárias da vida de cada um.

Os discípulos também não O reconheceram. A cada aparição do Ressuscitado, mesmo sabendo que Ele estava vivo, não foram capazes de reconhecê-Lo. Quando Jesus estava no meio deles – eram pescadores, e boa parte deles estava trabalhando –, Ele os chamou e se manifestou a eles onde eles estavam pescando. Onde quer que você se encontre, o Ressuscitado deseja se manifestar a você.

Vamos nos encontrar com Ele na igreja, no sacrário, na comunhão. O Senhor quer estar conosco onde quer que estejamos. Quando chegarmos no trabalho, que para muitos é um lugar penoso, de muitos atritos e dificuldades, encontremos o Ressuscitado. Na hora do almoço, quando nos reunimos, o ambiente está repleto pelas tensões do trabalho, por isso é um ótimo lugar, com seus amigos ou comendo no seu pratinho, para se encontrar com o Ressuscitado.

O Ressuscitado se manifesta no cotidiano da vida, nas situações ordinárias da nossa vida

Se estamos encontrando muitas dificuldades para as situações da nossa vida, seja o estudo, o trabalho, sejam situações familiares, o Ressuscitado quer nos ensinar a pescar, Ele quer nos ensinar a direção que precisamos dar para a vida.

Precisamos escutá-Lo, ainda que não tenhamos compreendido bem, ainda que não tenhamos O reconhecido bem, mas procuremos escutá-Lo, permitamos que Ele direcione a nossa vida. Assim como Ele pegou o pão e o peixe e os distribuiu, Ele mesmo quer pegar a nossa refeição, abençoar e multiplicar, a cada dia, o pão, o peixe, a carne, aquilo que temos para nos alimentar.

Muitas vezes, não experimentamos Jesus, porque, até na hora da nossa refeição, na hora de estarmos juntos como família e amigos, somos tomamos pelas tensões, pelas discussões e pelas brigas. Somos tomados até pela presença dos nossos smartphones e tantas outras coisas, que não comungamos com Ele no meio de nós. Não comungamos, muitas vezes, nem com os que estão entre nós! Então, como o Ressuscitado estará na nossa casa se, na hora da refeição sagrada de uma família, cada um vai para o seu quarto comer? O prato fica numa mão, o celular na outra e televisão na frente.

Precisamos recuperar a alegria de estarmos juntos, fazer de cada experiência do encontro familiar o lugar da experiência e do encontro com o Ressuscitado. Ele quer estar em nossas refeições, em nossos encontros, naquilo que fazemos e realizamos, Ele quer estar no meio de nós. Não deixemos para experimentar Jesus somente quando vamos à igreja rezar, porque Ele quer estar presente em tudo aquilo que vivemos e fazemos, porque o Ressuscitado está no meio de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.