31 jan 2011

Jesus quer nos libertar

Jesus veio ao mundo para salvar o homem do pecado e da morte eterna. No entanto, o homem, muitas vezes, continua refém e escravo das artimanhas do espírito do mal. Assim como aquele endemoniado que vivia no “meio dos túmulos”, muitos de nós ainda nos deixamos escravizar por muitos vícios e insistimos em viver a cultura da morte. Não reconhecemos a Deus como nosso Pai e provedor, persistimos em lutar com armas que, em vez de nos libertarem, são como algemas e correntes que nos prendem à mesma situação durante muito tempo da nossa vida.

Contudo, o Pai não quer que se perca nenhum filho Seu, por isso, ainda hoje Jesus Cristo vem a nós a fim de nos libertar dos “espíritos maus” que nos perseguem. Jesus expulsou para longe os demônios que atormentavam aquele homem da região dos gerasenos e recomendou-lhe que fosse para casa, para junto dos seus. Assim também Ele quer fazer conosco. Somos curados e libertados para amar e cultivar relacionamentos saudáveis a partir da nossa casa, na nossa família. Ele nos tira do meio dos sepulcros e nos conduz a uma vida de paz e harmonia com o próximo, bastando para isso que nos rendamos ao Seu poder amoroso.

Os mortos que hoje nos cercam são o orgulho, a autossuficiência, o egoísmo, amor próprio e outros males que nos afligem como o medo, o desânimo, os ressentimentos, as mágoas, etc., todos consequência do nosso ser pecador. No entanto, Deus Pai não quer que se perca nenhum filho Seu, por isso, ainda hoje Jesus Cristo vem a nós a fim de nos libertar dos “espíritos maus”, perdoando-nos, purificando-nos e  ressuscitando-nos para nos tirar do sepulcro jogando para longe de nós os espíritos que nos prendiam.

Depois que somos curados e libertados Jesus nos envia para amar e cultivar relacionamentos saudáveis a partir da nossa casa, na nossa família. Ele nos tira do meio dos sepulcros e nos conduz a uma vida de paz e harmonia conosco e com o próximo, bastando para isso que nos rendamos ao Seu poder amoroso.

Deixemo-nos transformar pela palavra libertadora de Cristo e que o nosso coração seja tocado pela prática do amor misericordioso e acolhedor do Senhor, expulsando qualquer espírito opressor, egoísta, que nos impede de nos apaixonarmos por Jesus e de mudarmos de vida, acolhendo em nosso coração a fonte de amor renovadora em nossas vidas. Essa é a liberdade que devemos buscar.

Você ainda continua lutando com as armas que o mundo lhe impõe ou já se rendeu ao poder do Deus que liberta o homem do pecado? – Quais são os “espíritos maus” que insistem em prender você no meio dos sepulcros? – Você ainda se vê caminhando entre os mortos ou já se sente capaz de amar na sua própria casa? Pense nisso!

Padre Bantu Mendonça

Fonte: Retirado do Blog do padre Bantu


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Setembro

52%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários