22 Jan 2019

Jesus é Senhor de todas as coisas, Ele é Senhor da nossa vida

Jesus é Senhor de toda lei; é o Senhor do sábado e, também, é o Senhor da nossa vida

“O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado” (Marcos 2, 27-28).

Para entendermos as afirmações de Jesus no Evangelho de hoje, não podemos olhar para o sábado apenas como mais um dia da semana. Pois, nesse contexto, o sábado, na verdade, quer dizer algo que é muito sagrado, é a Lei Sabática, ou seja, o sábado como dia de repouso, como um dia que foi consagrado ao Senhor na lei judaica.

Os judeus levaram isso tão ao pé da letra, que o sábado ficou maior do que Deus. Eles, muitas vezes, deixaram de amar, de respeitar a Deus em tantas outras coisas, mas o sábado não violaram de forma nenhuma. De modo que, se uma pessoa estivesse doente no dia de sábado, aquela pessoa morreria, não podia fazer nada por ela, porque era dia de sábado. Essa é uma forma radical de se interpretar alguma coisa, por isso, Jesus, no Evangelho, nos diz que o mais importante não é essa lei, esse mandamento, o mais importante é Ele.

Nós podemos ser pessoas assim, que fazem as orações, cumprem os preceitos: “Olha eu não posso falar com ninguém, não posso ver ninguém, porque estou fazendo as minhas orações”. Porém, temos de fazer as nossas orações, mas o mesmo que Jesus diz do sábado, que ele foi feito para o homem, a oração também foi feita para o homem. Isso para que o homem possa, por meio dela, servir a Deus. E, acima de tudo, Jesus é o Senhor de todas as coisas. 

Não basta as práticas, é preciso comunhão, pois podemos ter as práticas sagradas, mas não ter comunhão com  o Sagrado. E, ter comunhão com o Sagrado, ter comunhão com Deus, é deixar que Deus nos conduza, que Ele nos direcione, que Seu Espírito aja em nós. Não é para cair no extremo do relaxo, fazer de qualquer jeito, de qualquer forma; e nem no extremo do rigorismo, onde sou aquela pessoa rigorista, que leva todas as coisas a ferro e fogo.

Pois, a graça de Deus nos leva a ter misericórdia com os outros, conosco mesmo, pois, às vezes, estamos fazendo a nossa oração e estamos muito mal, então, fazemos uma oração mesmo estando mal; não uma má oração, e sim uma oração do jeito que estamos, com o nosso coração árido, e apresentamos a Deus a nossa aridez. Essa nossa oração será até mais fecunda, do que aquela oração onde achamos que estamos cheios de entusiasmo. Porque, nos apresentamos para Deus, com o coração reto e sincero e nos deixamos ser guiados por Ele.

Para não virar um hipócrita da lei, um hipócrita religioso, precisamos nos deixarmos ser guiados pelo Espírito, para saber que Jesus é Senhor de toda lei; é o Senhor do sábado e, também, é o Senhor da nossa vida.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.