12 Jan 2008

JESUS E JOÃO BATISTA Jo 3,22-30

Tudo começou a partir do baptismo de Jesus. Entendemos assim que o Senhor só começou seu ministério após se batizar, mostrando assim a importância de sermos batizados e batizarmos, como fizeram João Baptista e, posteriormente, os discípulos de Jesus baptizando os adultos que se arrependiam de seus pecados. Mas você pode perguntar por que Jesus se batizou se Ele não tinha pecado? João também questionou isso e Jesus lhe respondeu “… deixa por agora, porque assim convem cumprir toda a justiça…” (Mt.e:15). Creio que Jesus ali não deixou margem para ninguém argumentar que não se baptizaria porque o Cristo também não havia se baptizado.

E, no dia seguinte após o batismo de Jesus, estavam João Batista e dois de seus discípulos e vendo o mestre passar, João disse à eles “…Eis aqui o cordeiro de Deus” (v.36).

O evangelho de João realça a íntima relação entre os ministérios de João Batista e de Jesus. Após ser baptizado por João, Jesus reúne seus primeiros discípulos, André, Pedro, Filipe, Natanael, dentre os discípulos de João Baptista. Com eles, segundo este evangelho, Jesus inicia seu ministério na região da Judéia e, aí, baptizava. Os discípulos do Baptista vêm a ele comunicar este fato. João Baptista reconhece a graça presente em Jesus e dá testemunho da sua autenticidade. Ele tem consciência de que veio para preparar o caminho do Senhor, e não para se constituir em um obstáculo neste caminho.

André, um dos dois que estavam com João Baptista chama agora Simão, seu irmão e diz-lhe ter encontrado o Messias.

Como fez João Baptista devemos sempre apresentar Jesus àqueles que ainda não o conhecem., pois os dois discípulos esperavam por aquele momento e logo seguiram ao Mestre. Quantos estão nesta situação, apenas esperando-nos apresentar-lhes Jesus? Eles queriam conhecer melhor a Jesus, saber onde morava. Temos que ter esta sede de conhecê-lo, pois a Palavra nos diz “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor…”(Os.6:3). E Jesus os aceitou e aceita-nos também, foi Ele que nos escolheu e não nós à Ele.

É o que devemos fazer com os nossos familiares e também com os vizinhos, amigos e até com os estranhos. E Jesus, chama Simão pelo nome testificando o poder que havia Nele. Jesus também te conhece pelo nome. Ele mudou o nome de Simão para Pedro, mas, ainda que Ele não mude o seu nome, Ele faz de você uma nova criatura.

Alias, o autêntico missionário é aquele que com humildade prepara o caminho e, depois, se alegra ao perceber a ação de Deus na comunidade pelos carismas ali manifestados pelas iniciativas de seus membros.

Comentários

Novembro

40%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários