13 dez 2015

Iluminados por Deus, reparemos todo mal que cometemos

“Reparar”, em primeiro lugar, quer dizer: deixar o mal ou as coisas erradas que costumamos fazer, corrigir os nossos passos e direcionar a nossa vida pela estrada correta

Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo” (Lucas 3, 16).

 

O Evangelho deste domingo é para nós um provocador, neste tempo de conversão que vivemos que é o tempo do Advento. E João Batista é para nós um referencial, um homem que nasceu santo e viveu convertido, caminhou na graça de Deus e no deserto muitos o procuravam para mudar de vida.

A pergunta que todos faziam era: “Mestre, que devemos fazer?” (Lucas 3, 12). A pergunta que todos nós devemos dirigir ao nosso Mestre Jesus é esta também: “Mestre, o que devo fazer?”.

Sabe, meus irmãos, não adianta palavras ou apenas propósitos e boa vontade, precisamos fazer algo para que a conversão seja real em nossa vida! Vai dizer o Evangelho que aquele que têm duas túnicas, dê uma a quem não tem; quem cobrou a mais, devolva e não cobre mais. Assim cada um vai olhar para a sua própria vida e Deus vai dizer: ‘Repara isso!’.

Nós temos muitas coisas para reparar em nossa vida! E “reparar”, em primeiro lugar, quer dizer: deixar o mal ou as coisas erradas que costumamos fazer, corrigir os nossos passos e direcionar a nossa vida pela estrada correta. Não podemos viver apenas de boas intenções e boa vontade; é preciso, de fato, converter-se e deixar de lado, deixar de fazer aquilo que não edifica a nossa vida nem a do outro.

O primeiro meio de correção é reconhecer o que precisamos mudar em nós e fazer um esforço possível para mudar isso. Se foi injusto com alguém, não seja mais!

É verdade que, em algumas situações, precisamos reparar o mal cometido; se pegamos o que era de alguém, precisamos devolver;  se falamos mal de alguém, precisamos agora falar bem e corrigir o mal que falamos.

Nós não podemos ser pessoas néscias e achar que fizemos algo errado e mau e que tudo fica por isso mesmo, porque Deus é bom, é misericórdia. Deus é muito bom e muito misericordioso! E por que Deus é misericordioso? Porque a sua misericórdia ilumina o nosso coração para repararmos o mal que fizemos a nós, ao outro e a quem for.

A graça é essa que São João anuncia, ele está batizando com a água que lava e purifica, mas Jesus nos batiza no Espírito Santo. Se precisamos da água para nos lavar, a água do batismo, a consciência reta e limpa, precisamos do fogo do Espírito para termos coragem, fortaleza para sairmos do caminho do mal e fazermos o que é correto e justo!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários