05 Feb 2016

Devemos ser pessoas que vivem na retidão, na luz de Deus

O Evangelho nos mostra que devemos ser pessoas justas e fiéis diante da verdade

“Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista” (Marcos 6, 25).

Entre os personagens que o Evangelho de hoje nos apresenta vamos falar de dois que chamam bastante atenção para todos nós na narração que acompanhamos.

A primeira delas é Herodíades, ou melhor ainda, a filha de Herodíades, porque é ela que entra, dança e agrada Herodes. Uma jovem moça que usa do poder da sedução, da beleza e do prazer para conquistar aquilo que ela quer e a mãe deseja. A dança dessa moça foi tão agradável e sedutora, que Herodes deixou-se convencer e deu aquilo que a mãe e a moça queriam. Elas poderiam pedir qualquer coisa, pois a verdade é que a dança e a sedução dela fizeram Herodes perder a cabeça. Por isso, ele lhas daria a metade do seu reino ou qualquer outra coisa que elas quisessem; diante daquilo que lhe agradou, ele não teve juízo, não manteve a cabeça no lugar e perdeu-se; e elas não pensaram duas vezes ao querer, em um prato, a cabeça do profeta, do homem João Batista.

Meus irmãos, diante dessas duas cabeças que se perdem, nós temos de aprender algumas coisas. Primeiro, Herodes perdeu a cabeça, porque deixou-se iludir, seduzir, levar-se pela sexualidade, prazer e a dança, ou seja, lá pelo o que ele viu aos seus olhos. Quantos homens e mulheres se deixam encantar, enveredar-se e perder-se pelo caminho da sedução e do prazer! Quantos pais deixam sua família, porque encontraram um outro amor! Desculpe-me dizer-lhe, na verdade, encontrou uma ilusão, deixou aquilo que criou com tanto amor por causa de algo que, aos olhos, parece mais belo, sedutor e assim por diante.

Quantos homens e mulheres perdidos, seduzidos, iludidos e enganados! Ou ainda seduzindo e enganando a outros com o poder do corpo, do prazer e da sexualidade livre.

Do outro lado, João é aquele que perde a cabeça por causa da verdade. Não que ele perdeu o juízo, mas lhe cortaram a cabeça, porque ele dizia e proclamava a verdade. Ele dizia que não era justo Herodes ter como mulher aquela que não era a sua esposa, mas do seu irmão.

Meu irmãos, que arranquem nossas cabeças e, muitas vezes, virem-se contra nós, mas nos coloquemos ao lado da verdade, da justiça e da sensatez. Não percamos a nossa cabeça nem nosso juízo por causa do poder sedutor do mundo. Mas, ao contrário, que a nossa cabeça seja sempre na retidão, na luz de Deus e na verdade!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do Padre Roger


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Dezembro

43%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.