13 Feb 2018

Deus nos ajuda a vencer as tentações do mal

Deus não deixa seus filhos cairem em tentação, confiemos na sua graça

“Ninguém, ao ser tentado, deve dizer: ‘É Deus que me está tentando’, pois, Deus não pode ser tentado pelo mal e tampouco Ele tenta a ninguém. Antes, cada qual é tentado por sua própria concupiscência, que o arrasta e seduz. Em seguida, a concupiscência concebe o pecado e dá a luz, e o pecado, uma vez consumado, gera a morte” (Tg 1, 12-18).

Essas palavras de São Tiago nos ajudam a entender uma coisa muito importante na vida: não podemos mais sermos ingênuos, imaturos e dizer que é Deus que está nos provando, tentando, e que está nos testando. Meu irmão, Deus é o supremo bem e a bondade, e Nele e não há espaço para nada que é do mal. Deus não prova, testa e não coloca ninguém em situações tenebrosas. O Senhor não coloca ninguém no abismo entre o bem e o mal.

Deus não coloca ninguém para pecar, muito pelo contrário, nós que temos inclinações pecaminosos e a essas chamamos de concupiscência, que é a fraqueza que cada um tem ou as várias fraquezas que, ao longo da vida acumulamos. Como, por exemplo, o temperamento, a tendência de comer isso, de beber, e assim por diante. “Ah! Estou bebendo muito, porque Deus está me provando”. Não!Você está bebendo muito porque não controlou-se e ficou do jeito que está.

O pecado que estamos cometendo nunca é tentação de Deus,  porque o Senhor é Aquele que nos previne do tentador e não quer que caiamos em tentação. Agora, é verdade que: Deus é tão bom e amoroso que na tentação Ele está conosco e, mesmo se cairmos nela, Ele estará conosco para nos levantar.

Deus não quer caiamos, porque, o pecado, uma vez concebido, gera morte; e cada um deles é uma morte da graça do Senhor, da virtude que deveríamos ter e nos coloca no caminho da morte, no sentido mais amplo que ela é. Por isso, o importante é compreender que a tentação não é pecado, mas sucumbir-se a ela é. Porém, podemos passar pelas tentações da vida, pois a vida terá várias delas.

Nós podemos nos livrar de tantas tentações, porque, se somos maduros e nos conhecemos como deveríamos, vamos adquirindo habilidades. Não são habilidades humanas, e sim, de confiar na graça e entregar-se nas mãos de Deus; e não entregar-se às tentações.

Conheçamos a nós mesmos, as inclinações que temos em nossos corações e, cuidemos, vigiemos, sejamos prudentes, porque a queda é sinal de que estamos vivendo as inclinações negativas e pecaminosas que há em nós.

Não caímos quando confiamos na graça de Deus, que não nos deixa cair em tentação.

Deus abençoe você!

 

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.