08 mar 2014

Deus não leva em conta o tamanho dos nossos pecados!

Não existe pecado que nos impeça de nos aproximarmos de Deus. Muito pelo contrário, se grande é o nosso pecado, maior é a misericórdia e o amor bondoso de Deus para conosco.

”Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão” (Lc 5, 31-32).

 

No contexto do Evangelho de hoje Jesus chama Levi para segui-Lo. Levi, que depois será chamado de Mateus, estava ali na coletoria de impostos, onde ele vivia de certa forma até desonesta. Os cobradores de impostos eram, muitas vezes, desonestos com as pessoas. Mas duas coisas devem ser observadas. A primeira delas: Deus é quem toma a iniciativa, Ele é quem vai atrás dos Seus filhos que estão perdidos, largados, vivendo em uma vida errada, a qual não está de acordo com a vontade d’Ele. Além de tomar a iniciativa, Deus não leva em conta o tamanho do nosso pecado ou do nosso erro.

Em outras palavras, não existe pecado que nos impeça de nos aproximarmos de Deus, nenhum pecado pode ser obstáculo para Deus se aproximar de nós. Muito pelo contrário, se grande é o nosso pecado, maior é a misericórdia e o amor bondoso de Deus para conosco, o Seu bálsamo de amor, que purifica o nosso coração para nos aproximarmos d’Ele.

Às vezes, as pessoas ficam fechadas em si, dizendo: ”Eu não tenho mais jeito, já sou um perdido”. Outros ainda dizem: ”Não, este não tem mais jeito, já é um perdido, já é um grande pecador!”. Nunca diga que alguém está perdido, nunca diga que alguém não tem jeito! Eu e você temos jeito!

O que Deus não pode fazer? O que é impossível para o Nosso Deus? Se os homens dizem que: ”Pau que nasce torto vai morrer torto”, no Reino de Deus não é assim não! As pessoas podem ser as mais tortas e envergadas por causa deste mundo, mas a bondade de Deus alcança a todas que se abrem para o Seu amor e para a Sua misericórdia.

O segundo ponto a ser observado é: uma vez alcançados pela a misericórdia de Deus, pela bondade d’Ele, que toma a iniciativa de nos salvar, é preciso que, da nossa parte, nós reconheçamos o nosso pecado e é preciso querer sair deste caminho do pecado. Não basta dizer: ”Eu tenho esse pecado, eu sou assim mesmo e pronto e acabou!”. Não, a graça, o amor, a misericórdia de Deus vão nos levantar, vão nos tirar do lamaçal que nos encontramos, do erro, da ignorância e de tudo aquilo a que nossa mente se prende. O que nós precisamos fazer é: confiar, nos entregar e seguir atrás de Jesus, porque, uma vez que nós aceitamos a Sua salvação, Ele vai nos salvando ao longo do caminho!

Que nós não sejamos portas fechadas para que os pecadores, e tantos outros que se perderam neste mundo, não encontrem o caminho da salvação. Que nós sejamos portas abertas para que quem precise de vida encontre o sentido para a vida. Para que quem vive na escuridão encontre essa Luz maravilhosa, que é Jesus!

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

42%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários