07 fev 2015

Descanso é necessidade e obrigação

Se queremos que Deus cuide de nós, se queremos cuidar bem das nossas coisas e dos outros, nós precisamos ir para o lugar deserto a fim de nos recompor e descansar. Descanso não é um privilégio; descanso é necessidade e obrigação!

Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas” (Marcos 6, 34).

Jesus, hoje, primeiramente, convida os Seus apóstolos que voltam da missão, que voltam do anúncio do Evangelho, eufóricos e felizes com aquilo que haviam feito e realizado, querendo contar tudo para o Senhor do que havia acontecido, ao descanso. A primeira palavra do Mestre é: “Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco” (Marcos 6, 31).

Existem duas coisas importantes para um apóstolo, duas coisas fundamentais para a nossa humanidade; a primeira delas é o lugar deserto. Nós estamos sempre nos encontrando com as pessoas, estamos sempre na correria da vida e, hoje, no ritmo frenético que a vida assume é gente para lá e para cá. Nós precisamos ir para um lugar sozinhos, precisamos nos encontrar com a nossa própria solidão, mas não é para nos isolarmos do mundo nem para nos entregarmos a uma solidão deprimente e triste. Não é isso; é a solidão do abastecimento, a solidão do revigoramento, a solidão que nos permite nos revermos e olharmos para dentro de nós. É a solidão do descanso, do repor as forças e as energias.

E para durante a solidão, o Senhor nos convida para descansarmos um pouco. Eu sei que para muitas pessoas, às vezes, isso é difícil; crianças o tempo inteiro para olhar, obrigações a cumprir, situações a ser resolvidas. Mas nenhuma mãe e nenhum pai vão poder cuidar bem dos seus filhos, resolver as situações, tomar decisões de forma lúcida, clara, prudente e sábia se não souberem se retirar para o deserto da vida, para o deserto do coração. Não é fuga, é necessidade!

O deserto é o lugar do refrigério, do refazer-se, do recompor-se, do rever-se. Por isso, meus irmãos, se queremos que Deus cuide de nós e se queremos cuidar bem das nossas coisas e dos outros, nós precisamos ir para o lugar deserto a fim de nos recompormos e descansarmos. Descanso não é um privilégio; descanso é necessidade e obrigação!

Deus fez o mundo em seis dias e no sétimo descansou. Não é porque estava cansado, porque Deus não se cansa, mas para fazer do repouso e do descanso algo sagrado.

Por isso me preocupam as pessoas, até as de movimentos e pastorais da Igreja, que trabalham sete dias por semana, que trabalham vinte e quatro horas por dia. Hoje há tantas pessoas com estafa, cansaço mental, doentes, enfermas, vivendo situações deprimentes na vida, porque simplesmente não sabem repousar, não sabem descansar e se retirarem do que fazem e dizer: “Este momento é meu! Para me encontrar comigo mesmo, com a minha verdade interior, para me refazer!”.

Por favor, se você quer que Deus cuide de você retire-se sempre para um lugar deserto, e se possível todos os dias! Existem pessoas que até mesmo durante o sono há um trabalho constante, a cabeça não para, não conseguem entrar naquele sono e deixar para longe de si, para fora de si as preocupações, as ocupações da vida; não buscam se recompor, se refazer.

Que Deus nos conceda um sono sagrado, que nos conceda um sono revigorante a cada dia. Mas conceda também, a cada um de nós, tempo para irmos ao lugar deserto, tempo para descansarmos e nos refazermos. Nós seremos melhores para nós e para os outros!

Deus abençoe você!

Comentários