06 abr 2013

Como você tem vivido o Dia do Senhor?

O Evangelho de Marcos terminava com as mulheres junto ao túmulo vazio e o anúncio da ressurreição pelos anjos. Jesus presente pede que os discípulos partam para a Galileia. Hoje, Jesus aparece aos onze discípulos e os envia em missão a fim de anunciarem o Seu Reino de amor e de paz, fazendo todos os homens e mulheres Seus discípulos. Oito dias depois, Ele aparece novamente. Quero de modo muito especial destacar o o dia em que acontece a aparição: Domingo bem cedo. É o primeiro dia da semana e, portanto, “dia do trabalho”. Mas que tipo de trabalho? É o dia que para nós Deus refez todas as coisas. Novos céus e nova terra iniciaram com a vitória do Mestre sobre a morte. Dia do poder salvador de Deus.

O domingo tem de ser para nós o dia de Jesus ressuscitado, que nos enche de esperança e de coragem para enfrentar os trabalhos e amarguras da semana. É o dia de retemperar as forças, ou seja, “recarregar as baterias” para que produzam mais luz, já que nos faz participar da celebração em ponto maior da Paixão-Morte-Ressurreição de Jesus.  E é festa tão grande que celebramos todas as semanas. Cada domingo é dia de Páscoa, é dia de Jesus ressuscitado. É o “Dia do Senhor”, como exprime a palavra “domingo”. É passagem e a festa da alegria. É a vitória de Jesus sobre o pecado, sobre o demônio.

No tempo em que vivemos, o Dia do Senhor é profanado por trabalhos indevidos. É profanado pelas faltas à Santa Missa por parte de tantos cristãos, por muitos que se divertem à maneira dos pagãos ou que se “encharcam” de álcool nesse dia. A você eu me dirijo com o seguinte questionamento: “Como você e os seus têm vivido o domingo, o Dia do Senhor? Como pagão ou cristão?”

As pessoas se esquecem que é o Dia do Senhor e que Ele está aqui, agora, no meio de nós como há dois mil anos. Cristo está vivo e ressuscitado!

O domingo há de ser dia de caridade, visitando os doentes, os idosos, os familiares. Dando mais atenção aos filhos ou aos pais. Ele é o dia de viver na íntegra as palavras do Mestre: “Ide ao mundo inteiro e pregai o Evangelho a todos os povos”. Cabe também a nós este anúncio e testemunho do Reino de Deus, presente em nosso meio ao longo dos séculos.

Padre Bantu Mendonça

Comentários