09 ago 2011

As lições práticas de Jesus

“Quem é o mais importante no Reino dos Céus?”. Mateus não chega a dizer qual dos discípulos fez a pergunta. Verdade é que de tanto ouvirem Jesus falar bem do Reino dos Céus todos os discípulos fariam de tudo para entrar nele. E com o maior destaque possível!

Diante da pergunta do discípulo, em três partes Jesus divide Seu discurso.

Primeiro, Jesus desmonta a grandeza dos pensamentos dos discípulos, pois o Reino dos Céus não é para aqueles que se fazem grandes, mas sim para os pequeninos. Depois, Ele ameaça a quem fizer qualquer mal a um pequenino. E, por fim, fala como Deus se agrada em reaver a um pequenino que estava perdido.

Isso leva os discípulos de uma posição de superiores para uma posição de igualdade aos pequeninos. Em vez de valorizarem o poder, a vaidade, eles são levados a se colocar à disposição. E Jesus faz tudo isso porque percebe a grande vontade deles de participar do Reino dos Céus.

O Evangelho é finalizado com a afirmação de que Deus se agrada mais por uma ovelha que é resgatada do que por noventa e nove que não precisaram ser resgatadas. Eis uma boa pista para quem quer agradar a Deus e garantir um bom lugar no Reino dos Céus: ir ao encontro do irmão, da irmã, do filho, da filha, do marido ou esposa que, qual ovelha perdida, caminha longe do rebanho e até mesmo fora de si.

Eis, portanto, as lições práticas que podemos levar conosco para a nossa vida hoje e sempre:

1) A humildade e simplicidade, a ingenuidade no pecado e pureza do coração representados pela criança, símbolo dos órfãos, excluídos, pobres e marginalizados pela sociedade.

2) A acolhida que se deve dar a estes excluídos condenados a comer “o pão que o diabo amassou”, ou seja, a acolhida aos pequeninos.

3) E, por último, não só acolher, mas – sobretudo – sair em busca dos pequeninos que se perderam, e resgatá-los.

Isso é deixar as noventa e nove ovelhas e ir ao encontro de uma única ovelha que se perdeu. Um dia você foi esta ovelha encontrada por Jesus. Agora, o Senhor o consagra como Seu missionário. Reconheça, neste dia, que Jesus faz de você um discípulo e missionário d’Ele com uma vocação específica.

Padre Bantu Mendonça

Comentários