13 jan 2010

Antes que a luz se apague

Nós precisamos em nosso dia a dia procurar o Senhor; já que Ele se deixa encontrar, procuremos por Ele. Hoje nós vemos a história e o chamado de Samuel. O que Deus fala para ele?

“O jovem Samuel servia ao Senhor sob os olhos de Heli. A Palavra do Senhor era rara naqueles dias e as visões não eram frequentes. Ora, aconteceu certo dia que Heli estava deitado (seus olhos tinham-se enfraquecido e ele mal podia ver), e a lâmpada de Deus ainda não se apagara. Samuel repousava no templo do Senhor, onde se encontrava a arca de Deus” (Samuel 3,1-3).

Por que naquele tempo a Palavra de Deus era rara e as visões não eram frequentes?

Heli era uma sumo sacerdote naquele tempo. Ele tinha dois filhos.

“Os filhos de Heli eram maus; não conheciam o Senhor. Eis como se comportavam para com o povo: Quando alguém imolava uma vítima, vinha o servo do sacerdote no momento em que se cozia a carne, com um garfo de três dentes, e metia-o na caldeira, na marmita, na panela ou no tacho, e tudo o que o tridente trazia, tomava-o para o sacerdote. Assim faziam a todos os israelitas que vinham a Silo. Antes que queimassem a gordura, vinha o servo do sacerdote dizer ao que sacrificava: Dá-me a carne de assar para o sacerdote; ele não aceitará carne cozida, mas unicamente a carne crua. O homem respondia-lhe: É preciso que se queime antes a gordura; depois disto tomarás o que quiseres. Não, respondia o servo, dá-me logo, senão tomarei à força” (Samuel 2,12-16).

A lei dizia que a carne só poderia ser tirada quando a gordura estivesse queimando. Eles estavam negligenciando o sacrifício do Senhor. E os filhos de Heli não faziam somente isso, também mantinham relações sexuais com as mulheres que trabalhavam no templo.

“Entretanto, Samuel, ainda criança, servia diante do Senhor, trajando um efod de linho” (Samuel 2,18).

Enquanto os outros negligenciavam, Samuel servia ao Senhor. Enquanto os dois desagradavam ao Senhor, Samuel era agradável a Ele. O pai não tinha mais domínio sobre os dois filhos. Às vezes, ele dizia alguma coisa.

“Por que, dizia-lhes, procedeis desta forma? Sei que todo o povo fala de vossas desordens. Não façais assim, meus filhos; não são boas as informações que me chegam a vossos respeito. Estais fazendo pecar o povo do Senhor. Se um homem pecar contra outro, Deus o julga; se ele pecar, porém, contra o Senhor, quem intervirá a seu favor? Mas não ouviam a voz do seu pai, porque Deus os queria perder” (Samuel 2,23-25).

Por isso as profecias ditas por Deus já não eram mais ouvidas. Por causa desses dois jovens o povo não ouvia mais as profecias do Senhor.

“Por que desprezais os meus sacrifícios e as minhas oblações que estabeleci em minha morada? Fazes mais caso dos teus filhos que de mim, engordando-vos com o melhor de todas as ofertas de meu povo de Israel. Por isso, eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: Eu tinha dito que a tua casa e a casa de teu pai serviria para sempre diante de mim. Mas agora, diz o Senhor, não será mais assim. Eu honro aqueles que me honram e desprezo os que me desprezam” (Samuel 2,29-30).

Quem honra a Deus é honrado por Ele, quem O despreza Ele desprezará também. Deus sempre traz esperança para nós. Mesmo que o povo esteja fazendo muita coisa errada, em tudo que Deus nos fala Ele nos traz uma esperança.

“Suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o meu coração e minha vontade. Edificar-lhe-ei uma casa durável, e ele andará sempre diante do meu ungido” (Samuel 2,35).

Por causa do problema dos filhos, Heli não consegue mais discernir a Palavra de Deus.

“Veio o Senhor pôs-se junto dele e chamou-o como das outras vezes: Samuel! Samuel! Falai, respondeu o menino; vosso servo escuta! O Senhor disse a Samuel: Eis que vou fazer uma tal coisa em Israel, que a todo o que a ouvir ficar-lhe-ão retinindo os ouvidos. Naquele dia cumprirei contra Heli todas as ameaças que pronunciei contra a sua casa. Começarei e irei até o fim. Anunciei-lhe que eu condenaria para sempre a sua família, por causa dos crimes que ele sabia que os seus filhos cometiam, e não os corrigiu” (Samuel 3,10-13).

As calamidades são um sinal e não um castigo. É hora de pararmos e perguntarmos. Nós só queremos culpar ao Senhor pelas coisas que acontecem e não percebemos quem nós somos. Deus é misericórdia, mas se as pessoas continuam persistindo nos erros, Ele dá os sinais.

O Senhor chamou Samuel e como este diria a Heli que ele morreria com sua família porque não soube criar os filhos. “Então Samuel contou-lhe tudo, sem nada ocultar. Heli exclamou: O Senhor fará o que lhe parecer melhor” (Samuel 3,18).

A Arca da Aliança naquele tempo simbolizava a presença de Deus. Trazendo isso para os nossos tempos o Santíssimo Sacramento é a presença de Jesus. O pecado desses dois jovens levou a um grande castigo em Israel. Os dois [filhos de Heli] morrem. O povo de Israel perde a guerra por causa da maldade desses dois filhos. Heli morre de desgosto porque descobre que a Arca da Aliança havia sido roubada.

“Sua nora, mulher de Finéias, estava grávida e próxima do parto. Tendo ouvido que a arca de Deus fora capturada, e que o seu sogro e seu marido tinham morrido, foi subitamente acometida pelas dores do parto e deu à luz. E estando para expirar, disseram-lhe as mulheres que a cercavam: Não temas, pois nasceu-te um filho. Mas ela não respondeu, pois estava inconsciente. Chamou o filho Icabod, porque, disse a ela, dissipou-se a glória de Israel, já que foi tomada a arca de Deus, e morreram o meu sogro e o meu marido. Sim, disse ela, desapareceu a glória de Israel, foi tomada a arca de Deus” (Samuel 4,19-22).

“Icabod” significa “não há gloria”. Deus foi retirado da presença do povo, portanto, não há mais glória. É o mesmo que tirar o Santíssimo Sacramento daqui. Imagina a Canção Nova sem Jesus. Imagina o Cristianismo sem Jesus.

“E a lâmpada de Deus ainda não se apagara. Samuel repousava no templo do Senhor, onde se encontrava a Arca de Deus” (Samuel 3,3).

Foi por isso que Samuel foi chamado. Antes que as pessoas se perdessem o Altíssimo enviou Seu Filho. “Antes que a luz se apague”, veja o significado agora. A única salvação para a humanidade está em Jesus Cristo.

Nos estávamos negligenciando as coisas de Deus. Ele não queria nos perder, por isso enviou Seu Filho para morrer na cruz. Precisamos estar atentos ao que Jesus nos fala. Antes que a luz se apague volte-se para Cristo. Se não nos voltarmos para Ele e a luz se apagar nós perderemos a salvação. Deus enviou Seu Filho para que todo aquele que n’Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Homilia do padre José Augusto

Sacerdote da Comunidade Canção Nova


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários