29 jun 2011

A Salvação em Jesus Cristo é destinada a todos os homens

Na época de Jesus, muitas enfermidades internas eram interpretadas como possessões demoníacas. Por isso, para eles, o sinal mais evidente da chegada do Reino era a vitória sobre essas forças do mal que provocavam muito sofrimento. Esses demônios faziam o homem escravo e viver fora da realidade, como morar em cemitério, ser agressivo, quebrar grilhões e ferindo-se.

O endemoniado, sabe da origem, do poder e da ação de Jesus. Sabe e conhece os relatos das curas que Cristo realizava, por isso pergunta: “Que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?” “Se nos expulsas, manda-nos para a manada de porcos”.

Em duas palavras: “Pois vão!”, Jesus responde e suas palavras produzem efeito. O homem fica curado. Jesus, ao curá-lo, devolve o direito de convívio com a comunidade realizando, assim, a chegada do Reino também para quem não acreditava. Assim, se entende que a Salvação não é somente para um povo ou uma religião. A Salvação é para todos.

Quanto aos prejuízos causados pela morte dos porcos devido a expulsão dos demônios, quero crer que foi por misericórdia para com os donos desses animais, que Jesus permitira lhes sobreviesse o prejuízo. É que eles se achavam absorvidos em coisas terrestres, e não se importavam com os grandes interesses da vida espiritual. Cristo desejava quebrar o encanto da indiferença egoísta, a fim de poderem aceitar a graça que redime e salva proporcionando-lhes a vida eterna.

E a atitude dos moradores ao expulsarem Jesus da sua região, foi uma recusa total da Salvação trazida por Ele. Oxalá, reconhecendo o poder de Jesus, possamos acolher o Seu projeto de vida eterna para nós.

Padre Bantu Mendonça


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários