03 out 2015

A humildade é o segredo que nos mantêm unidos a Jesus

Podemos conhecer muito, podemos crescer na intimidade com o Senhor, falarmos muito em nome d’Ele, mas quem guarda a casa, quem guarda o coração é a santa humildade e como precisamos dela!

“Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos” (Lucas 10, 21).

 

Os apóstolos estão se vangloriando, porque expulsaram demônios, fizeram prodígios em nome do Senhor e tantas outras coisas. Mas, não é essa vanglória, essa glória vã, inútil ou a glória da vaidade que deve tomar conta do coração de um apóstolo, de um discípulo de Jesus Cristo.

A única glória que podemos ter é pelo fato do nosso nome estar escrito nos céus. O nosso nome está escrito no céu, não pelos prodígios que realizamos em nome do Senhor, não pela Palavra que pregamos em nome d’Ele. O nosso nome está escrito no céu à medida em que o nosso espírito está unido ao Espírito do Senhor.

Nós podemos fazer muitas coisas em nome do Senhor, falar em nome do Senhor, pregar em nome do Senhor; curar, arrebatar e fazer tantos prodígios em nome d’Ele, mas o nosso coração pode não estar unido a Ele.

Jesus diz: Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos.” (Lucas 10, 21). Por isso, o segredo para nos manter unidos a Jesus é a pequenez de coração, é a humildade da alma, é a singeleza do Espírito, é a docilidade da Palavra de Deus. Não podemos ser arrebatados pelo orgulho, não podemos ser levados pela altivez da soberba.

Pelo contrário, nós podemos conhecer muito, podemos crescer na intimidade com o Senhor, falarmos muito em nome d’Ele, mas quem guarda a casa, quem guarda o coração é a santa humildade e como precisamos dela! Humildade nas relações mútuas, humildade nos relacionamentos que cultivamos.

A humildade deve ser sempre o remédio para todas as situações de nossas vidas. Pode parecer humildade uma coisa tão simples; a humildade nos torna simples, mas o orgulho nos complica tanto, que precisamos lutar com muita força para que ela [humildade] nos preserve.

A primeira coisa, ter a graça de recomeçar a cada dia. Nunca sinta-se pronto, nunca sinta-se a pessoa que já sabe tudo, que pode tudo. Humildade é saber pedir conselhos, pedir ajuda, saber ouvir; é considerar os outros, às vezes, até mais importantes do que nós mesmos. Humildade é ter no coração aquela docilidade à voz de Deus que nos conduz a cada dia. A humildade é combater a arrogância, uma tentação terrível que nos leva, muitas vezes, a considerar-nos melhores e mais do que os outros. Humildade é saber que, muitas vezes, temos a razão que fomos pisados, que fomos humilhados, mas não querer nos vingar, não querer nos sobressair sobre os outros.

Se queremos permanecer unidos ao Senhor e não deixar que o nosso nome se apague no céu, não são os prodígios que fazemos, não são os encontros que participamos que nos manterão unidos ao Senhor, mas a humildade de depender de Deus, de escutar a Deus, é lá que encontramos a verdadeira sabedoria!

Deus abençoe você!“

Comentários