01 mar 2011

A escolha de Pedro também precisa ser nossa escolha

O texto do Evangelho de ontem – no qual Jesus apresentava a incapacidade dos homens e mulheres apegados aos bens em segui-Lo, – opõe-se ao de hoje. Vemos Pedro a professar seu despojamento de tudo para ir atrás do Mestre: “Veja! Nós deixamos tudo e seguimos o Senhor”.

Quero crer que, nas palavras de Pedro, não só estavam as dos outros apóstolos, como também estão as minhas e as suas. Estão as palavras de todos nós quando nos desfazemos e nos despimos dos nossos orgulhos, vaidades, soberbas. Assim como Pedro, nos Evangelhos, tomava decisões em nome da comunidade dos apóstolos, do mesmo modo continua nos dias de hoje falando e nos representando.

É necessário que você e eu façamos nossa a proposta e escolha de Pedro, ou seja, abandonar o apego ao bem privado e gozar do bem partilhado, comunitário. Aliás, a partilha, o abandonar-se a si mesmo e o tomar a cruz todos os dias e seguir Jesus são o caminho certo para a construção do mundo novo de justiça e paz.

Cristo chama-nos, para nos justificar sem cessar; e cada vez mais, Ele quer santificar-nos e nos glorificar. Veja o que Ele diz: “Aquele que, por causa de mim e do Evangelho, deixar casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos ou terras receberá muito mais, ainda nesta vida. Receberá cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos, terras e também perseguições”.

Devemos compreendê-lo, mas somos lentos a dar-nos conta dessa grande verdade: Cristo caminha de alguma forma no meio de nós e, com Sua mão, olhos e voz nos faz sinal para que O sigamos. Não percebemos que o apelo do Senhor é qualquer coisa que ocorra neste mesmo momento. Pensamos que ocorreu no tempo dos apóstolos; mas não acreditamos n’Ele, não O ouvimos verdadeiramente hoje.

O chamado de Jesus Cristo é atualíssimo e nos propõe vida em plenitude. Ele é a concretização de uma nova criação e de uma paz total dos homens entre si e entre estes e Deus.

Pai, dá-me a graça de entregar-me totalmente ao serviço do Reino, sem esperar outra recompensa além de saber-me amado por Ti.

Padre Bantu Mendonça

Fonte: Retirado do Blog do padre Bantu

Comentários