28 abr 2016

Busquemos a graça da perseverança

A perseverança é uma busca constante na vida, uma luta nossa de cada dia, para que em cada momento estejamos unidos a Cristo

Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor” (João 15, 9-10).

Perseverança é o segredo dos fortes. Por mais que sejamos débeis, fracos e tenhamos muitas fragilidades, ela nos fortalece na vida. Perseverar é permanecer firme na fé, nas obras e ideias, naquilo em que acreditamos. Nós, muitas vezes, temos uma fé entusiasmada. O entusiasmo faz bem, é bom e nos dá gosto, mas não podemos ser mais entusiastas do que perseverantes.

Um corredor que vai participar de uma maratona pode simplesmente disparar na frente de todos, correr de forma desordenada, mas, logo perderá o fôlego e não terá mais nenhuma energia para ir adiante. Ele desiste da maratona e ainda tem um longo caminho a percorrer. Podemos dizer: “Nossa, mas ele tinha tanto fôlego, tanto entusiasmo!”. Porém, ele não conseguiu perseverar, não conseguiu dar o gás necessário para cada etapa daquela corrida.

Irmãos, pode ser que não tenhamos aquele gás e entusiasmo, porque parece que aquele que é mais de Deus é mais entusiasta, fala mais alto e parece ter mais dons.

A perseverança é uma busca constante na vida, uma luta nossa de cada dia, para que, em cada momento, estejamos unidos a Cristo. Por isso, se há uma graça de que precisamos, a cada dia, é buscar a graça de perseverar!

Tomemos muito cuidado, porque o orgulho, a soberba e a vaidade espiritual nos fazem achar que somos super-heróis da fé, que nada poderá nos abalar. São Paulo nos recorda: “Aquele que está de pé, cuidado para não cair” (I Cor 10,12). Não julgamos nem condenamos ninguém, não colocamos o dedo em riste a ninguém, mas quantos já foram da fé, já a testemunharam, pregaram, anunciaram a Boa Nova, mas, hoje, não têm mais convicção do que acreditam.

Nós não somos melhores que eles, porque amanhã poderá ser qualquer um de nós. Por isso, o segredo para perseverar é, acima de tudo, ser humilde em reconhecer que sem Deus não somos nada nem podemos nada! Sejamos humildes em saber acolher a correção, em pedir e buscar ajuda, reconhecer nossas faltas e limites, nossos exageros e extravagâncias, reconhecer que nós precisamos de Cristo, de Sua Igreja e da ajuda dos irmãos. Sejamos humildes em reconhecer que não somos donos da verdade, mas servos, porque a verdade é Cristo e somos Seus discípulos. Nós O seguimos e queremos nos colocar debaixo de Seus pés, queremos servi-Lo com o nosso coração.

Para perseverar é preciso amar! Muitas vezes, queremos viver uma fé só de pregação, de palavras e impor aos outros o que cremos. A fé que nos mantém unidos a Cristo é testemunhada pelo amor. Se perseverarmos no Seu amor e vivermos os Seus mandamentos, Ele nos guardará por todos os dias de nossa vida!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger



Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

.

Comentários