28 ago 2014

Sejamos vigilantes com a nossa vida e com nossas atitudes

Sejamos vigilantes com a nossa vida, com os nossos atos e com as nossas atitudes. Se o Senhor viesse agora ou se tivéssemos que ir agora ao encontro d’Ele, nós estaríamos preparados?

“Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor” (Mateus 24, 42).

 

Nós vamos à etapa final do Evangelho de Mateus, no qual Jesus começa o Seu sermão escatológico, mostrando-nos as realidades finais da vida humana e da vida de cada um de nós [na Terra]. O primeiro elemento fundamental  – o mais importante para compreendermos o pensamento de Jesus em relação às coisas finais  se chama “vigilância”. Vigilância quer dizer justamente isto: estarmos em estado de alerta, estarmos realmente vigilantes ao cuidarmos da nossa vida e não vivermos uma vida dissoluta, de qualquer jeito, como se tivéssemos uma eternidade para viver aqui na Terra.

Viver em estado de vigilância, estando em estado de alerta,  é sabermos que, a qualquer hora, nós podemos ir ao encontro do Senhor ou Ele vir ao nosso encontro. De modo que, se o Senhor chegar de manhã, se Ele chegar à tarde, se Ele chegar à noite ou na madrugada, nós estejamos realmente com o coração preparado.

Se o Senhor viesse agora ou se tivéssemos que ir agora ao encontro de Deus, nós estaríamos preparados? A espiritualidade da vigilância nos chama à atenção para nos dizer que, no Reino de Deus, não dá para improvisar. Muitas vezes, nós estamos muito acostumados com o improviso: na última hora resolvemos e organizamos a nossa vida, nos confessamos, assim por diante. A cada dia de nossa vida a vigilância se faz necessária! A vigilância com a nossa vida, com os nossos atos e com as nossas atitudes. Nós temos que estar, a cada dia, certos de que o Senhor virá, de que a Sua vinda ao nosso encontro é tão certa como o sol que nasce a cada dia.

Nenhum de nós sabe o momento e a hora em que iremos partir desta vida. A única certeza que temos é a de que nós iremos! E saber o dia em que isso acontecerá não deve ser uma preocupação para nós. A nossa preocupação deve ser a de sabermos nos cuidar e nos preparar a cada dia, vivendo a vigilância e o cuidado constantes na certeza de que o Senhor vem e de que nós vamos ao Seu encontro.

Deus abençoe você!

 

Comentários

comentário(s)

↑ topo