29 nov 2014

É preciso vigiar e orar

Vigiar sobre aquilo que fazemos, ficar atentos para não sermos enganados pelo excesso de comer, de beber e não sermos tomados pelas preocupações exageradas com a vida. Temos de orar para sermos firmes, para sermos combatentes e vigilantes na presença do Senhor Nosso Deus.

“Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida” (Lucas 21,34).

Sabe, meus irmãos, nós que queremos ficar de pé na presença de Deus e resistirmos às tribulações e às provações do mundo em que vivemos, devemos ter vigilância e cuidado com a nossa própria vida e com a nossa conduta; ter responsabilidade sobre aquilo que fazemos. A primeira coisa: precisamos nos prevenir. Do que temos de nos prevenir? Primeiro, da gula, do excesso no comer, para que não estejamos totalmente pesados e insensíveis na presença de Deus.

Segundo: cuidarmos da embriaguez, porque ela tira nossa sobriedade. Quando não estamos sóbrios, não podemos ter um bom discernimento, não podemos ter uma verdadeira visão da vida, dos fatos e acontecimentos; além de tudo aquilo de mal que a embriaguez pode produzir. Por isso, nós que estamos aguardando o Senhor Nosso Deus, como precisamos nos prevenir e nos cuidar!

Eu sei que em nossas casas, muitas vezes, há bebidas; e por não tomarmos cuidado com ela quando vamos às festas, aos churrascos, aos almoços que nós mesmos promovemos, sabemos das tragédias que a embriaguez produz, o quanto uma pessoa bêbada se torna inconsequente. São vítimas no trânsito, brigas, separações, ruínas de casas e de famílias inteiras por causa da falta de sobriedade no beber.

Outra coisa que causa instabilidade em nossa vida e nos tira a santa sobriedade são os nossos excessos de preocupações. É um outro mal, é uma outra droga quando vivemos e entregamos o nosso coração às preocupações. Como somos absorvidos, como as preocupações tiram a nossa sensibilidade, a nossa responsabilidade e nos mantém cativos do medo, da falta de iniciativa, presos aos problemas que estamos vivendo!

Por isso é preciso vigiar e orar! Vigiar sobre aquilo que fazemos, ficar atentos para não sermos enganados pelo excesso de comer, de beber e não sermos tomados pelas preocupações exageradas com a vida. Por isso temos de orar para sermos firmes, para sermos combatentes e vigilantes na presença do Senhor Deus.

Deus abençoe você!

Comentários

comentário(s)

↑ topo