02 set 2014

Expulse o maligno de sua vida com a autoridade do Espírito Santo

Precisamos agir com o poder e a autoridade do Espírito Santo de Deus para que os espíritos malignos não ajam em nossa vida, não ajam em nossa casa, em nossa família.

Ele manda nos espíritos impuros, com autoridade e poder, e eles saem” (Lucas 4, 36).

Nós estamos contemplando a ação do Espírito Santo na vida de Jesus. Assim como o Espírito Santo concede a Jesus a autoridade para ensinar e para proclamar a Palavra, o mesmo Espírito concede a Nosso Senhor a autoridade sobre os espíritos impuros, malignos. Ele toma posse dessa realidade e com poder e autoridade expulsa os espíritos do mal.

Quero dizer hoje uma coisa ao fundo do seu coração: eu e você precisamos tomar posse disso, precisamos respeitar a autoridade do Espírito Santo de Deus em nossa vida! Sim, o mesmo Espírito, que agia em Jesus, age também em nós. Precisamos agir com o poder e a autoridade d’Ele para que os espíritos impuros, para que os espíritos malignos não ajam em nossa vida, não ajam em nossa casa, em nossa família e não tomem conta do nosso lar.

Quando falamos dos espíritos impuros, nos referimos a todas as imundícies que o mal provoca no meio de nós, a todos aqueles sentimentos negativos e a todos os espíritos de acusação, de maledicência, de mentira, de fofoca, de intriga, de acusação, de nos colocarmos uns contra os outros. Referimo-nos a todos aqueles espíritos de gritaria, de discussão, de desentendimento, quando dentro da casa ninguém consegue se comunicar com ninguém e quando se comunicam – me desculpem a expressão – parece um inferno, porque é um bate-boca, um falando contra o outro, um jogando acusação contra o outro.

Na verdade, é assim que os espíritos impuros, que estão nos ares, agem no meio de nós, para que espalhemos acusações uns contra os outros; colocando irmão contra irmão; marido contra mulher; os filhos contra os pais; os pais contra os filhos.

Quantas discussões tolas, sem fundamentos, quantas brigas desnecessárias! Uma coisa é não nos entendermos, é termos pensamentos diferentes e ficarmos indignados com aquilo com qual não concordamos e não achamos correto. Outra coisa é a maledicência, é a acusação contra os outros; outra coisa muito perigosa é toda e qualquer gritaria.

Na autoridade de Jesus, tire a gritaria da sua vida, expulse esse espírito de acusação da sua casa, da sua família e do seu casamento! Humanamente, eu e você não podemos fazer isso. É no poder e na autoridade do Espírito de Deus que nós precisamos expulsar os espíritos que não são de Deus!

Que o bom Deus abençoe você! 

Comentários

comentário(s)

↑ topo