06 mai 2015

Cristo nos convida a permanecermos conectados a Ele

A Palavra de Deus hoje é um convite à retomada: à retomada de vínculos, à retomada da união mística e espiritual para que possamos abrir o coração e os ouvidos e permanecer ligados e conectados ao Senhor!

Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim” (João 15, 4).

O convite insistente do Senhor é que permaneçamos n’Ele. Permanecer quer dizer ficar, não sair, não desligar e não cortar a união que temos com o Senhor, porque vamos perceber, ao longo da vida, que esta é nossa grande tentação: nos desvincular de Deus. Não é deixar de crer n’Ele, porque crer todos podem crer, a questão é voltar-se a Ele e permanecer unido a Ele.

Quantos conheceram Deus, Sua graça e Seu amor e hoje não têm mais tempo, não têm mais vínculo nem gosto para viver essa graça, porque conheceram outras coisas que lhes pareceram ser mais prazerosas e vantajosas. Talvez nem tenham desprezado Deus, nem tenham dito: “Não quero mais saber de Deus!”, mas se afastaram, foram para longe do Senhor e pode ser até estejam indo bem naquilo que fazem, mas não produzem mais frutos para o Reino de Deus.

Há também aqueles que ficaran e permaneceram até hoje em Deus, mas ficaram por ficar, porque talvez não tenham encontrado outra coisa mais vantajosa para fazer, contudo, muitas vezes, não têm produzido frutos. Estamos em Deus, mas o nosso coração está no mundo; estamos em Deus, mas o nosso coração está longe d’Ele. Trabalhamos para Ele, mas a nossa cabeça, muitas vezes, não está n’Ele.

A Palavra de Deus hoje é um convite à retomada: à retomada de vínculos, à retomada da união mística e espiritual para que possamos abrir o coração e os ouvidos e permanecer ligados e conectados ao Senhor!

Hoje a palavra “conexão” diz tudo no mundo virtual e no mundo das relações humanas: só se estivermos conectados em tal ferramenta é que poderemos acessar o conteúdo desejado. Da mesma forma, para continuarmos “acessados” a Cristo, nós temos que estar conectados e unidos a Ele, porque, senão, nós não vamos nos conectar à graça nem usufruir da graça. E não vamos perceber a ação amorosa de Deus entre nós se perdermos essa união com Ele.

É hora de retomar a nossa vida de oração, é hora de retomar a nossa intimidade com Deus, mesmo que seja na aridez, na luta e no desafio, mas nos afastar de Deus jamais!

Deus abençoe você!

Comentários

comentário(s)

↑ topo